*^*

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Soul Dream

Minha mais doce melodia acaba de se jogar abismo acima..
sim, acima...
Num lindo vôo até o infinito.
Minh'alma pediu com jeito, deixei, ela foi junto..
Estão por aí voando alto..
Não resisti, fui atrás...
Esqueci que era gente e pulei também.. ops!
caí caí caí e fui caindo
com toda a sensação do ar invadindo meus poros
cada vez mais forte e rápido..
e o ar ia sumindo de meus pulmões
parecia que ia desmaiar...

*'*

Uma rosa se abriu
senti o cheiro doce da minha vida
Entendi que esse mundo é colorido
e que cinza também é cor
também pode ser belo e até feliz
Descansa os olhos da luz cegante do dia
ao cair da noite, já tardia.
"Vamos dormir um pouco", ela convida a sonhar
mergulhar no mundo profundo
onde canto, danço, floreio
Sou alma, acertada em cheio...
Sou desejo, mas mais que receio
Sou luz na estrada calada e deserta das noites frias..
Sou toda água agora e nada vejo..
minhas emoções se perdem aí, onde cresce o medo...
No fundo do abismo sem fim.. Susto!
(acordo na beira do rio)
Loucura acreditar no impossível.
Então fecho os olhos
e agradeço por existirem os sonhos. (05 de julho de 2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário