*^*

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Ah! esse chamego...


Meu sossego...
chamego
aconchego
você em mim
repousa
no rosto meu rosto
às voltas
com isso de ser
mar de rosas...
sem dor, sem espinhos
Na maciez
da tua
pele
na minha
maciez
da pele
na sua
embriaguez
nua
tonta
fico
quando me deito
contigo
tudo vira infinito..

Nenhum comentário:

Postar um comentário