*^*

terça-feira, 31 de agosto de 2010

sexo poesia



Contigo me perco em ser, sabia?
me tenho contigo, na magia
no encanto de nossas orgias...
nessa saudade quente
nesse sexo poesia.

*'*

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Primaveril



Caminhando na noite
eu vi
as flores de todo mal
escorrerem putrefas pelo ralo..
se foi o tempo
das dores e dos lamentos
Renasci
e no perfume da dama
aquela da noite
me inflama
a alma que quer viver
crescer..
no sabor doce de cada jasmim
vi um sonho nascer
e sem perceber
arrefecer..
saí
da ferida viva
vi brotar poesia
senti
num mergulho no tempo
de cada espera
morri
e por morrer desse jeito, me fiz
nascer
novamente..
na noite florida
vi brotar
no frio, um sonho
e nas flores
a Primavera perdida.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Sussurro..



Sua doçura me encanta
Sua candura me comove
Nessa loucura de ser
Mais do que se pode

Meu desejo me consome..

Saudade da tua pele, no toque
na cor, na forma
Saudade da tua boca, no beijo
na palavra, no suspiro
Saudade dos teus olhos, que brilham
que procuram, que fitam
Saudade das mãos ansiosas, que suam
que gritam
que nas minhas se acalmam
ou se agitam

Essa ausência tortura
Pois que é cheia de presença
E assim meu coração com o teu copula
No silêncio de cada noite escura.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

meu amor...



Parece que te conheço há tanto tempo
Parece que você veio com o vento
E soprando canções de Amor me conquistou
Num sorriso suave
Num olhar sedutor

Agora meu peito quase explode
Meu coração com o teu quer dançar
E brincar de ciranda com as estrelas
Balançar numa rede
Nós dois, o luar

Você veio do nada, como pode?
Me intriga o tamanho e a velocidade
Mas no Amor não há tempo nem medida
E nada poderia ser mais verdade
Do que todo esse Amor
Que não deixa saída
A não ser a entrega
E a felicidade.