*^*

terça-feira, 6 de abril de 2010

dia branco

Entre o branco de seus olhos
e minha veste em branco,
prefiro a luz da manhã...
O Sol hoje não nasceu...
Se escondeu detrás de tanta água,
tanto vento..
O Amor em minha porta bateu,
senti no peito o valor de cada vida..
Senti no frio a dor dos desabrigados..
Senti na pele o medo em ondas de lixo e lama...
Hoje visto branco..
E entre o branco dos olhos e minhas vestes
Prefiro a luz, mesmo escondida, da manhã...
Assim a Esperança de todos há de sempre sorrir..

Nenhum comentário:

Postar um comentário