*^*

domingo, 25 de outubro de 2009

Nigredo

Houve um tempo em que a vida espichava, crescia...
Houve um tempo em que a vida era viva, era sentida, era vivida..
Esse tempo faz muito tempo, esse tempo já nem existia..
no meio da noite, quando a noite é mais negra
a vida se esvai como se esvai o dia..
os sentidos se calam, a vida é vazia. Esvazia.
A alma chora em silêncio..
até o desespero dorme calado,
aguarda um fio de luz que alimente seu grito e assim viva.
Pois aqui no mais escuro da noite
só é vivo o medo.

2 comentários:

  1. Houve um tempo em que a vida espichava,
    O Sol nascia e a alma alegrava
    Houve um tempo em que a vida era viva,
    A casa cheia, o coração sem macula,
    De melancolia,
    Houve um dia, como qualquer outro dia,
    Quando o medo não existia,
    Por um momento só houve alegria,
    Alegria infinita,
    Sem medo ou melancolia,
    Só a uforia de estar inteiro por um dia...

    ResponderExcluir
  2. Perfeito... e seu nome é "Albedo", a luz e clareza pós escuridão..a saída das trevas, do negrume da alma.
    Fluidez boa, hein..

    ResponderExcluir