Pular para o conteúdo principal

Postagens

Soul Dream

Minha mais doce melodia acaba de se jogar abismo acima..
sim, acima...
Num lindo vôo até o infinito.
Minh'alma pediu com jeito, deixei, ela foi junto..
Estão por aí voando alto..
Não resisti, fui atrás...
Esqueci que era gente e pulei também.. ops!
caí caí caí e fui caindo
com toda a sensação do ar invadindo meus poros
cada vez mais forte e rápido..
e o ar ia sumindo de meus pulmões
parecia que ia desmaiar...

*'*

Uma rosa se abriu
senti o cheiro doce da minha vida
Entendi que esse mundo é colorido
e que cinza também é cor
também pode ser belo e até feliz
Descansa os olhos da luz cegante do dia
ao cair da noite, já tardia.
"Vamos dormir um pouco", ela convida a sonhar
mergulhar no mundo profundo
onde canto, danço, floreio
Sou alma, acertada em cheio...
Sou desejo, mas mais que receio
Sou luz na estrada calada e deserta das noites frias..
Sou toda água agora e nada vejo..
minhas emoções se perdem aí, onde cresce o medo...
No fundo do abismo sem fim.. Susto!
(acordo na beira do rio)
Loucura acredita…
Postagens recentes

No tempo...

Posso sentir o cheiro de minha terra...
No verde imenso das montanhas,
desses campos grandes,
nesse mar sem fim...

Nasci na roça.. no simples da vida.
Comi fruta do pé
fiz casa na árvore
tive grama e "pique tá"
bolinha de gude com a galera
tomei porrada dos meninos
Aprendi a ser forte
quando chorar não ajudava
Tive medo do escuro
tomei banho de rio..
E de pouco em pouco
Cresci.

A criativa idade

Quando foi, quando é?
Quando vai ser?!
Ahhhh!
Aqui estou...
Pronta pra te compor..
Te fazer obra, te fazer arte..
Já ouvistes falar em Alma?
Dela toda essa Arte faz parte..
Sem ela, eis o desastre..
Minh'alma tem hoje cabelos curtos..
quer ser leve, deixar respirar a nuca..
brotar idéias, sons, cores
nomes, o novo!
De mim...
Aquele eu que se escondia na nuca.. cheio de medo.
Chega de medo!
Aqui estou, não me escondo mais!

(02/01/10... up to now.. and now.. and ever.)

Minha Vida

No divino que há em mim
no sagrado e no profano
sou absolutamente
humano
Se Deus me escolheu
pra ti
Se você me escolheu
Por Deus!
Seja sempre o sagrado
em mim
na carne a vida se cria
a luz que te ilumina
é minha alegria
Criança
me faz doces as lembranças
E sonhar é festa
a dois
A três, então
vem depois
na realidade do amor maior
que é você em minha vida
do espírito emana a luz que me guia
Você, onde estiver agora
seja luz, seja sempre vida
E minha festa
será sempre
e eu, tua companhia..
Seja benvinda
minha vida.

Amor...

Enquanto dormia
e pelo deserto caminhava
sorria
das suas piadas...
No brilho suave dos seus olhos
senti uma vida pulsar
sofrida...
buscando no riso
das palhaças piadas
o ópio, o sussurro
ao pé do ouvido...
Seu brilho escondido
pelos olhos eu via
pelo sorriso atrevido
pelo silêncio de seus gemidos
Você me trouxe de volta a fantasia...
Minh'alma de repente... te reconhecia.
(11/07/10)

'Na torre' ou 'P Ermita' ou 'Contrasenso'

Bonita vista aqui de cima
Bonita retina...
No espelho das mágoas congelei
sem saber do amor
seu modo mais sutil
Minha alegria é vã
vai e vem, companhia...
Na torre não há muros
ou travas ou o escuro...
Só mágoas
E medo.
E medo paralisa.
No receio vivo de querer mais, sem ter
De ti ficam as sobras
Do banquete que comi.
Corro, fujo, me surpreendo..
Quanto mais ando mais me arrependo
De pesar tanto essa carga nas costas...
Doação, essa é a proposta.
Doação, via dupla, mesmo se não gosta..
Vou fechar a porta pra me recolher
Pra variar um pouco
Pouco a pouco me deixo a morrer
No fosso os fantasmas gritam satisfeitos
No terraço os anjos gritam meus defeitos
Sozinha me fecho
É mais certo,
Não estar perto, dá nisso
Meus olhos te procuram
E você, no sumiço
Com data de entrada e data de saída
Sem brigas.
Não quero mais fugir assim
Mas o que fazer com isso dentro de mim??

Carpe Diem

Não, não é mentira...
Você se foi.
Piadista, palhaço, humorista
tinha que ser mais uma piada
mais uma risada...
Parece mentira, você me pegou de novo..
Que lindo dia pra se viver e morrer
Meu pai era vivaz, intenso, audaz
E sempre queria mais
até o último instante de vida..
da vida..
De herança
trago a lembrança viva dessa alma acesa
que sem dúvida virou estrela
Minha poesia hoje não veste preto, ele não gostava..
Veste cores
Na história apaixonada desse ser ensolarado
E o dia está lindo lá fora..
E meu pai me pede pra aproveitá-lo ao máximo..
E jamais, jamais morrer em vida.